Os Santos Anjos

6 04 2015

marm

«Formamos com os Anjos uma única cidade de Deus…» Santo Agostinho (354-430)

Estamos vivendo a era do progresso da ciência, do avanço tecnológico e da moda dos anjos. Como é grandioso o show dos anjos em nosso tempo. E são tratados com superficialidade, heresia, espetacularização e fantasia própria da moda e de um reality show. As igreja, livrarias e bancas de jornal estão cheias de livros, revistas, DVDs e CDs tomadas de superstições, crendices e enganos. Com promessas de cura, sorte no amor, prosperidade e da libertação total para todos os males. Na verdade, estamos vivendo uma triste idolatria engodo sobre os anjos. O mercado fashion dos anjos nada tem a ver com os nossos angélicos protetores. Os nossos bem-aventurados espíritos celestes e poderosos guardadores de nossas vidas estão dentro da fiel doutrina da Sagrada Escritura e da Sagrada Tradição Cristã.

Anjos e Heresias

«Entretanto, se alguém – ainda que nós mesmos ou um anjo do céu – vos anunciar um evangelho diferente do que vos anunciamos, seja anátema. Como já vo-lo dissemos, volto a dizê-lo agora: se alguém vos anunciar um evangelho diferente do que recebestes, seja anátema» (Gl 1,6-9).

Há muitas músicas sobre anjos. Em épocas recentes nos Estados Unidos, uma canção popular em cada 10 menciona anjos. Em meados dos anos 90, havia mais de 120 «butiques de anjos» naquele país. Nelas vendem-se estatuetas, pingentes e papéis de carta de anjos, e até chocalhos para bebês com imagens de anjos. Há seminário e boletins que supostamente ensinam as pessoas a contatar esses seres celestiais. Revistas, Jornais e programas de entrevistas contam histórias de pessoas que teriam se encontrado com anjos.

Uma série de TV muito popular nos Estados Unidos também trata do tema de ajuda angélica. Há também os livros. Uma grande livraria de Nova York oferece mais de 500 livros que falam de anjos, em especial de anjos da guarda. Esses livros prometem mostrar aos leitores como contatar o anjo da guarda, aprender seu nome, falar com ele e pedir sua ajuda.

Muitas pessoas hoje afirmam ter visto anjos e falado com eles. Outros dizem que tiveram contatos com seres extraterrestres. O livro Angels-An Endangered Species (Anjos: Uma Espécie Ameaçada) lista as similaridades entre esses dois tipos de relatos, afirmando que ambos talvez tenham uma explicação em comum. Segue-se um resumo de algumas similaridades listadas no livro:

1. Tanto os anjos como os extraterrestres vêm de outro mundo.

2. Ambos são formas de vidas avançadas, quer espiritual que tecnologicamente.

3. Aqueles que são bons têm aparência jovem e bonita, são bondosos e cheios de compaixão.

4. Nenhum dos dois tem dificuldade com idiomas e falam claramente a língua do ouvinte.

5. Ambos são hábeis em voar.

6. As aparições de anjos e extraterrestres são acompanhadas de luz brilhante.

7. Ambos aparecem vestidos, em geral com roupas compridas ou túnicas justas. As cores favoritas são brancas e azuis.

8. Ambos são, em geral, da altura dos seres humanos.

9. Ambos expressam preocupação com o sofrimento da humanidade e com o planeta.

10. As evidências de encontros com extraterrestres ou anjos são os testemunhos dos observadores.

O cristão que tem o ensinamento da Palavra de Deus e da Sagrada Tradição não é enganado pelas doutrinas errada e fantasiosas sobre os anjos.

Escreve São Paulo Apóstolo: «Esses tais são falsos apóstolos, operários enganadores, camuflados em apóstolo de Cristo. E não é de estranhar! Pois o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz» (2 Cor 11,13.14). Exorta São João Apóstolo: «Caríssimos, não acrediteis em qualquer espírito, mas examina os espíritos para ver se são de Deus, pois muitos falsos profetas vieram ao mundo» ( 1 Jo 4,1 ). O diabo está enganando muita gente por meios de seus demônios fingindo serem anjos bons. Nós, os verdadeiros cristãos, temos o Divino Espírito Santo que nos ilumina com seus dons a não sermos iludidos com falsos anjos e temos a intelectualidade espiritual para sabermos os nossos fiéis anjos da guarda enviado pelo bom Deus. (Ler 1 Cor 2,14-16).

O que devemos fazer com as pessoas caídas pelo engano das heresias sobre os anjos? Quem responde é a fundadora da Congregação dos Santos Anjos, Madre Maria São Miguel Poux: «Vamos, como os anjos estender a mão à pessoa caída». Pela verdadeira doutrina sobre os anjos, vamos libertar as pessoas dos seus erros.

A Natureza Angélica

Os anjos são seres mais perfeitos que os homens, dotados de inteligência luminosa e de uma vontade poderosa. Como nos homens, os anjos são seres individuais, dotados de inteligência e livre arbítrio, elevados por Deus à ordem sobrenatural. Isto é, foram chamados, pela graça, a participar da vida de Deus através da visão beatifica. Para a mente angélica, o ver e o conhecer, em toda a profundidade e sem margem a confusão, são dois atos simultâneos. Assim a ciência angélica excede muito a humana, tanto em extensão como em precisão, pois a mente do homem pode sempre enganar-se, mesmo depois de muita análise. Entretanto, o conhecimento dos anjos não é infinito, o que é atributo só de Deus.

Os anjos (e também os demônios, que são anjos pervertidos), pela sua própria natureza, não tem a capacidade de conhecer o futuro livre ou contingente, ou seja, o futuro que depende de um ato livre de Deus ou do homem; porém, dada sua inteligência agudíssima e seu conhecimento da natureza e da suas leis, eles podem prever qual o desenrolar dos acontecimentos, postas certas causas. Também podem, em razão de sua profunda penetração psicológica e do conhecimento da alma humana, fazer conjecturas (hipóteses) mais ou menos prováveis de como os homens reagem diante de determinada circunstância, e assim como prever o que decorrerá daí. Como pode o anjo, sendo um ser espiritual, mover a matéria? Que os anjos têm esse poder, também sabemos por que no-lo revelam as Sagradas Escrituras. Por exemplo, lemos que Deus livrou o profeta Daniel, na cova dos leões, por meio de um anjo (Dn 6,21).

Entretanto, ainda permanece um mistério para nós como um espírito possa mover a matéria. Uma ponta desse mistério pode ser desvendada se considerarmos como o corpo humano, apesar de material, é movido por uma alma espiritual. Por meio da vontade – que também é imaterial – a alma move os membros do corpo a seu bel-prazer. Logo, não repugna à razão que um ser espiritual, o anjo, possa também mover a matéria. Mas, há uma diferença: a alma humana só pode fazer em relação ao corpo ao qual esta substancialmente unida; e as outras coisas, as movem por meio desse corpo. Ora, os anjos, como puros espíritos, não estão substancialmente unidos a nenhum corpo material. Podem assim mover livremente qualquer matéria.

Os Santos Padres e os Anjos

Os Santos Padres da Igreja ensinaram, desde cedo, essa doutrina. São Basílio, o Grande, afirma: «Que cada qual tem um anjo para dirigi-lo, como pedagogo e pastor, é o ensinamento de Moisés». (Ex 32,34).

E São Jerônimo assim comenta a passagem de São Mateus, (Mt 18,10), sobre os anjos das crianças: «Isto mostra a grande dignidade das almas, pois cada uma tem, desde o nascimento, um anjo encarregado de sua guarda».

Santo Agostinho pergunta: «Como podem os anjos estar longe, quando nos foram dados por Deus para ajudar-nos? » E responde: «Eles não se apartam de nos, embora aqueles que são assaltados pelas tentações pensem que estão longe».

O príncipe dos teólogos, São Tomas de Aquino, justifica a existência dos anjos da guarda pelo princípio de que Deus governa as coisas inferiores e variáveis por meio das superiores invariáveis. Estando o homem sujeito a instabilidade e sob o julgo de suas paixões, é governado e amparado pelos anjos, que são para eles o instrumento da providencia especial de Deus.

A crença na existência e atuação dos anjos da guarda está tão firmemente estabelecida na Tradição da Igreja que, desde tempos imemoriais, foi instituída uma festa especial em louvor dos mesmos. A partir dos dados da Sagrada Escritura e da Tradição, os teólogos foram explicitando, ao longo dos séculos, uma doutrina sólida e coerente sobre os anjos da guarda.

Assim a existência dos anjos é uma verdade de fé, provada pela Escritura e pela Tradição

Os Três Gloriosos Arcanjos

«Eis que veio em meu coração socorro Miguel, um dos primeiros príncipes» (Dn  10,13).

«Eu sou Gabriel, que assisto diante (do trono) de Deus» (Lc 1,19).
»Eu sou o anjo Rafael, um dos sete que assistimos diante do trono do Senhor» (Tb 12,15).

A Santa Igreja e o povo de Deus veneram de modo especial os três gloriosos arcanjos – São Miguel, São Gabriel e São Rafael.

Embora sejam continuamente chamados de Arcanjos, segundo bons teólogos e comentaristas das Escrituras, esses anjos certamente pertencem ao primeiro dos coros angélicos, o dos Serafins.

SÃO MIGUEL: «QUEM É COMO DEUS?»

Em hebraico mîkâ’êl significa: «quem (é) como Deus?» (Ap 12,7-12).

São Miguel Arcanjo é o protetor de Israel enquanto o povo eleito (Dn 10,13-21); ele é também o protetor do nosso povo eleito pela graça de Cristo.

SÃO GABRIEL: «FORÇA DE DEUS»

Em hebraico, «gabrî’êl» quer dizer: «homem de Deus»; ou «Deus se mostrou forte»; ou, ainda, «força de Deus». A tradição cristã vê nele o anjo que apareceu aos pastores para anunciar o nascimento do Salvador (Lc 2,8-14), e a São José, em sonho, para explicar a concepção virginal de Maria Santíssima (Mt 1,20). Teria sido ele também quem confortara Jesus em sua agonia no Horto (cf. Hino de Laudes do dia 24 de março).

SÃO RAFAEL: «MEDICINA DE DEUS»

Em hebraico, «refâ’êl» tem o sentido de: «Deus curou» ou «Medicina de Deus». Ele próprio revelou sua elevada hierarquia depois de ajudar o jovem Tobias, que acreditava estar em presença de um simples homem: «Eu sou o anjo Rafael, um dos sete». (espíritos principais) «que assistimos diante do senhor» (Tb 12,15). Especialistas em Sagradas Escrituras também consideram o Arcanjo São Rafael como um Serafim.

CONCLUSÃO

Os anjos são assuntos de conversação popular e as pessoas acreditam em uma porção de mitos a respeito deles. Por exemplo, algumas pessoas oram para anjos, pensando que eles estão no mesmo patamar de Deus. E alguns acreditam que pessoas possam virar anjos após a morte. Eis aqui, porém, o que a Sagrada Escritura, com autoridade, ensina:

Deus criou os anjos (Colossenses 1,15-17).

Os anjos adoram a Deus (Neemias 9,6) e são conhecidos por estes termos: Arcanjos (Judas 1,9); Querubins (2 Reis 19,15); e Serafins (Isaías 6,1/3).

Eles ministram ao povo de Deus (Hebreus 1,13,14), guardando-os e protegendo- os (Salmo 91,9-12).

Deus lhes confia tarefas especiais (Mateus 1,20; Lucas 1,26).

Os anjos de Deus se alegram quando nos arrependemos dos pecados e nos voltamos a Cristo para salvação (Lucas 15,7,10).

Só Deus merece o nosso louvor e adoração. Então, vamos nos juntar aos anjos e cantar Seus louvores! «Anjos do Senhor, bendizei o Senhor: louvai-o e exaltai-o para sempre» (Dn 3,58).

Temos a santa revelação do ministério dos Santos Anjos que eles recebem de Deus o poder de nos guardar: «Eis que eu enviarei o meu Anjo que vai adiante de ti, e te guarda pelo caminho, e te introduza no lugar que preparei» (Ex 23,20). «Não desprezei nenhum desses pequeninos, porque eu vos digo que o seus anjos nos céus vêem continuamente a face de meu Pai que esta nos céus» (Mt 18,10). «Então é o seu anjo [de Pedro]» (At 12,15). Tenhamos bastante conhecimento, amor e comunhão com os santos anjos.

Glorifiquemos a Santíssima Trindade para sempre pelos santos Anjos da Guarda!

FONTE

Solimeo, Plinio Maria. Os Santos Anjos – Nossos celestes protetores, São Paulo: Editora Padre Belchior de Ponte, 1997, pp.12-14.

Mosteiro Camelo de São José – Locarmo Monti. Em comunhão com os anjos: nosso s irmão e amigos. A luz da Bíblia, da teologia e da espiritualidade.

Belo Horizonte: Editara da Divina Misericórdia, 1992.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: